Login
Combustível aumentou. E agora?

Combustível aumentou. E agora?

Com o anúncio da elevação do preço médio do litro do Diesel nas refinarias da Petrobrás em 2,56% e da gasolina em 3,5%, a expectativa é que o repasse logo chegue aos postos de combustível pelo país, criando a necessidade de novos planejamentos, além de gerar incertezas por parte de empresários, caminhoneiros e consumidores, que temem o impacto de mais um aumento no preço final de produtos e serviços.

Desde a adoção de novo formato na política de ajuste em março de 2017, o diesel acumula aumento de 69,78% e a gasolina acumula alta de 56,12%. Com a nova margem de custo, ficou praticamente impossível planejar o gasto com combustível a longo prazo sem levar em conta alterações constantes de preço, seja para o uso individual (e o impacto no orçamento ao final do mês), seja para uso empresarial (o aumento em custos de frete de mercadorias, por exemplo).

Se você é empresário, encontrar novas formas de economizar e cobrir os custos adicionais desse aumento pode ser questão de vida o morte para o seu negócio. E nós lhe dissermos que há uma forma de contornar a situação?

Gestão de combustível x como manter as margens de lucro

Já que esperar pela próxima mudança de valores sem um plano de contingência não é uma opção viável, surge a responsabilidade de encontrar novas formas para manter as margens de lucro, mas esse desafio não tão difícil como pode estar imaginando.

Para manter o fluxo atual mesmo após o aumento do diesel, existem duas alternativas:
1. Repassar os novos custos para o consumidor final, aumentando o preço de seu produto;
2. Repensar sua gestão e reduzir os custos operacionais.

Para não perder seus clientes (e seu lucro) a segunda opção com certeza parece melhor, do ponto de vista administrativo. Porém, reduzir os custos operacionais não se resume a apenas demitir funcionários, cortar equipes e procurar novos fornecedores que ofereçam preços mais baixos. Envolve buscar solucionar todos os problemas que podem estar deixando pontas soltas na gestão e melhorar tudo o que possa ser melhorado.
Por exemplo: Você já sabe que o custo com combustível é a maior parte do custo total e variável de sua frota. Ele irá impactar todos os processos e o resultado final de sua empresa. Agora, mais do que nunca, você precisará controlar o uso de combustível, reduzir custos e aumentar sua produtividade para não ficar fora do mercado.

Mas, como fazer isso?

Capitanear uma gestão de combustível eficiente, em que é possível reduzir custos mantendo a equipe motivada a render mais com condições mais eficientes de trabalho é possível. Algumas medidas podem ser tomadas para gerar impactos positivos:
▪ Criar uma planilha de controle de combustível;
▪ Avaliar o rendimento de cada veículo individualmente;
▪ Substituir os veículos defasados;
▪ Analisar e aplicar uma gestão de multas eficiente;
▪ Promover treinamentos para redução de multas e controle de direção agressiva;
▪ Contratar uma empresa para assessorar no mapeamento e controle de cargas por meio do rastreamento de veículos e telemetria.

Parece simples? Porque é. A questão central é manter um controle rígido dos dados de entrada e saída e colocar os mais capacitados de sua equipe para a tarefa. Antes de pensar nos custos de abastecimento da empresa é preciso avaliar se eles estão sendo utilizados de maneira eficiente.

Como criar sua planilha de controle de combustível

O primeiro passo dessa operação envolverá a criação de um período de observação para todos os veículos da empresa, em que os dados de utilização devem ser inseridos no sistema:
▪ Consumo médio de combustível (Km/l) diário por veículo;
▪ Total do custo (R$) mensal de combustível;
▪ Quantidade total (litros) consumida mensalmente;
▪ Quem abasteceu, em que dia, horário e qual valor;
▪ Rota feita em cada utilização do veículo,

A partir dessas informações, você poderá saber qual veículo está consumindo acima da média geral, o que pode apontar um problema de manutenção, ou até mesmo uma forma de condução agressiva do veículo.
Além disso, com as informações completas, você poderá traçar uma meta para a redução de combustível com segurança, independente das alterações de preço que ele sofra, já que agora o foco é a maximização da eficiência da frota.

*O mesmo programa de controle sugerido aqui para empresas pode ser usado também para veículos individuais. Basta criar em seu smartphone uma planilha simples ou documento de texto e anotar todos os dados abordados anteriormente. Colocou gasolina? Anote. Fez x km ao dia? Anote. Ao observar seus hábitos diários e seus padrões de direção, será mais fácil descobrir o que pode ser melhorado, o que fará diferença em seu bolso.

Como alimentar a planilha corretamente?

Uma maneira prática que irá ajudar a manter-se em dia com as informações de cada motorista e veículo é utilizar as notas entregues pelos postos de combustível. Além das informações contidas nele, peça que cada um anote em suas notas os dados de uso:
▪ Nome do motorista que abasteceu;
▪ Placa do veículo abastecido;
▪ Se completou o tanque (sim ou não);
▪ Tempo de parada para o abastecimento;
▪ Hodômetro (Km) no momento do abastecimento.

A partir desses dados, fica muito mais fácil cadastrar o abastecimento corretamente e organizar sua planilha de controle interno. Os veículos da frota são um ativo da empresa, e quem faz o gerenciamento desses veículos deve zelar pelo seu patrimônio, desde o motorista, a equipe de manutenção, limpeza até a gestão da empresa.
Gostou desse conteúdo? Curta e compartilhe!

A MultFenix trabalha com rastreamento e telemetria de alta performance, proporcionando aos seus clientes a facilidade de poder medir, comandar e rastrear em tempo real seus veículos com apenas um toque na tela de seu smartphone, de onde estiver e a hora que quiser. Oferecendo assim, mais segurança, otimização e redução de custos em decorrência das atividades que poderá executar com a plataforma.

Solicite um orçamento através do nosso whatsapp: http://whats.link/multfenix 

Quer ficar por dentro de nossas novidades e saber mais sobre rastreamento, segurança, tecnologia, entre outros temas? Assine a nossa newsletter e receba outros posts diretamente no seu e-mail!


Inscreva-se em Nossa Newsletter

Digite seu e-mail e fique por dentro de todas as novidades.

Inscreva-se